Implantes dentários

A melhor opção para a substituição de dentes ausentes ou dentes que estão muito destruídos, são os implantes dentais, que oferecem conforto e estabilidade e, em virtude do dente artificial que ele suporta, é a restauração que mais se aproxima de um dente natural.

Os implantes odontológicos já vêm sido usados por várias décadas e por pacientes de todas as idades para substituir um único dente ou para suportar próteses totais ou parciais. Os Implantes ajudam a restaurar a capacidade de mastigar os alimentos, a sorrir sem medo, e rejuvenescem a aparência e além de tudo, levam vantagem sobre as próteses convencionais, pois os implantes e as coroas não são retirados para ficar de molho à noite e não são necessários adesivos para firmá-los.

Os implantes são “pinos” de titânio, um material que é compatível ao corpo humano, que possui diferentes formas, tamanhos e espessura, que se parecem com cilindros ou parafusos. São eles que irão substituir artificialmente as raízes dos dentes naturais. Encaixam-se no osso da maxila/mandíbula e ao tecido gengival para se tornar uma base estável para um ou mais dentes artificiais feitos sob medida, chamados de coroas dentais.

O tratamento geralmente é um processo de duas etapas que levam alguns meses. Na primeira etapa, o dentista coloca cirurgicamente o implante na maxila/mandíbula. A gengiva é, então, fechada sobre o implante. O implante permanecerá coberto por aproximadamente quatro a seis meses enquanto se funde com o osso, um processo chamado de osseointegração.

Na segunda e última etapa, o dentista confecciona uma coroa com o tamanho, formato, cor e o encaixe que se harmonizam com seus outros dentes. Uma vez pronta, a coroa é fixada no implante.

Quem é um bom candidato para tratamento com implante? Você pode ser, se estiver em bom estado de saúde e apresentar gengivas saudáveis e osso adequado para suportar um implante. Você deve estar comprometido com uma ótima higiene bucal para manter sua boca saudável e disposto a agendar consultas regulares com seu dentista. Pergunte ao seu dentista se os implantes são uma boa opção terapêutica para você.